Integrado na 17ª Feira da Caça Pesca e do Mundo Rural de 2012, a CNJ – Confederação Nacional de Jovens Agricultores e do Desenvolvimento Rural, em parceria com a Federação de Caçadores do Algarve organizou no dia 7 de Julho de 2012,  o colóquio "Usos Múltiplos da Floresta: Medronho", que teve lugar no Auditório do Parque de Exposições de Tavira, durante a 17ª Feira da Caça Pesca e do Mundo Rural,

 

  

 

 

 

 No seguimento dos colóquios organizados no ano passado, integrados na 16ª Feira da Caça Pesca e do Mundo Rural, sobre o mel e produtos da olivicultura ,foi  de novo escolhido um tema que visa apontar novas alternativas de fonte de rendimento na Serra Algarvia.  

 

 

 O medronho geralmente conssociado com a exploração da cortiça, não só no seu valor mais tradicional – a aguardente de medronho -, como na exploração de novos produtos, pode ser valorizado e impulsionado com novos desenvolvimentos técnicos e científicos que pretendemos apresentar.

 

 

 O programa foi o seguinte:

  1.  “Propagação de plantas selecionadas de medronheiro”  Prof.ª  Filomena Gomes, Escola Superior Agrária de Coimbra e Prof. Jorge Canhoto, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra;
  2.  “Capacidade de armazenamento do medronho para consumo em fresco”; Eng.ª Adriana Guerreiro, doutoranda da Faculdade de Ciências e Tecnologia, IBB-CBV, Universidade do Algarve;
  3. “A aguardente de medronho e os indicadores analíticos de qualidade"; Prof.ª Ludovina Galego, Instituto Superior de Engenharia, Universidade do Algarve;
  4.  Comunicação do  Sr. José Paulo Nunes; Presidente da APAGARBE  – Associação de Produtores de Aguardente de Medronho do Barlavento Algarvio;
  5. Perguntas e debate.

 

Este colóquio teve o financiamento do programa PRODER – Redes Temáticas.

 

No fim do Colóquio foram entregues os certificados relativos à formação de jovens agricultores efectuada nesta região também com financiamento do PRODER.

 

Seminários CNJ.

 

Jornadas do Medronho em Coimbra - 12 de Outubro de 2012