Na sequência de trabalhos de investigação desenvolvidos na ESAC e na FCTUC e da importância que a cultura do medronheiro apresenta para a Região Centro,  irão se realizar as Jornadas do Medronho em 12 de Outubro de 2012 na ESAC, em Coimbra.

 

 

Estas Jornadas têm como público alvo os produtores e pretendem estabelecer o elo de ligação entre os Produtores, as Empresas, as Instituições de Ensino e de Investigação.


Estas Jornadas são organizadas pela Associação Portuguesa de Horticultura (APH) em colaboração com a ESAC, FCTUC, ESACB, DRAPC e  CNJ,


Nas Jornadas do Medronho, serão abordados temas como:

  1. O melhoramento da espécie;
  2. A utilização na produção de aguardente e compotas;
  3. O potencial na produção de antioxidantes;
  4. A valorização do fruto para consumo em fresco;
  5. A utilização como ornamental;
  6. (Instrumentos de financiamento para a fileira do medronho.


Programa, inscrição e outras informações: http://www.esac.pt/jornadas.medronho/

 

Este colóquio tem o financiamento do programa PRODER – Redes Temáticas.

 

 

 

 

A CNJ organiza com o apoio do Município de Alpiarça, o Colóquio "Aspectos da Produção e Qualidade do Melão", que terá lugar no dia 21 de Julho de 2012, pelas 14:30 horas, no Parque do Carril, integrado no III Festival do Melão.

 

Neste seminário pretende-se abordar as questões da qualidade do melão sem esquecer o ponto de vista do produtor e a sua comercialização.

 

Poster


 O programa conta com os contributos da Professora  Ana Cristina Agulheiro Santos (Universidade de Évora) e da Doutora Cristina José Miguel (CATAA - Centro de Apoio Tecnológico Agroalimentar de Castelo Branco) com a apresentação "Este melão é de qualidade?", e do Dr. Carlos Franco, vice-presidente da CNJ, que fará uma apresentação sobre o associativismo e a comercialização de produtos horto-frutícolas.


Entrada é Livre.


Este colóquio tem o financiamento do programa PRODER – Redes Temáticas.

 

Mais Informações sobre o "III Festival do Melão".


 

 

 

 

 

 

 

Integrado na 17ª Feira da Caça Pesca e do Mundo Rural de 2012, a CNJ – Confederação Nacional de Jovens Agricultores e do Desenvolvimento Rural, em parceria com a Federação de Caçadores do Algarve vai organizar no dia 7 de Julho de 2012,  o colóquio "Usos Múltiplos da Floresta: Medronho", que terá lugar no Auditório do Parque de Exposições de Tavira.


 No seguimento dos colóquios organizados no ano passado, integrados na 16ª Feira da Caça Pesca e do Mundo Rural, sobre o mel e produtos da olivicultura , foi  de novo escolhido um tema que visa apontar novas alternativas de fonte de rendimento na Serra Algarvia.  

 

 O medronho geralmente consociado com a exploração da cortiça, não só no seu valor mais tradicional – a aguardente de medronho -, como na exploração de novos produtos, pode ser valorizado e impulsionado com novos desenvolvimentos técnicos e científicos que pretendemos apresentar.

 

 

 PROGRAMA

 

14h30 Abertura

 

15h00 Apresentações

 

  1.  “Propagação de plantas selecionadas de medronheiro”  Prof.ª  Filomena Gomes, Escola Superior Agrária de Coimbra e Prof. Jorge Canhoto, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra;
  2.  “Capacidade de armazenamento do medronho para consumo em fresco”; Eng.ª Adriana Guerreiro, doutoranda da Faculdade de Ciências e Tecnologia, IBB-CBV, Universidade do Algarve;
  3. “A aguardente de medronho e os indicadores analíticos de qualidade"; Prof.ª Ludovina Galego, Instituto Superior de Engenharia, Universidade do Algarve;
  4.  Comunicação do  Sr. José Paulo Nunes; Presidente da APAGARBE  – Associação de Produtores de Aguardente de Medronho do Barlavento Algarvio;
  5. Perguntas e debate.

16h30 Perguntas e debate

 

17h00 Encerramento

 

 

Entrada é Livre.



Este colóquio tem o financiamento do programa PRODER – Redes Temáticas.

 

Mais informações sobre 17ª Feira da Caça Pesca e do Mundo Rural de 2012 : http://fcalgarve.pt


Link para folheto da  17ª Feira da Caça Pesca e do Mundo Rural de 2012 : http://www.fcalgarve.pt/zonas/feira_2012.pdf

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No âmbito do PRODER - Redes Temáticas, a CNJ, em parceria com a  Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Serpa (EPDRS), vai organizar o Seminário  "Olivicultura - Fertilidade e Rega", que terá lugar na Sala de Conferências da EPDRS (Ed. Principal), no dia 19 de Junho de 2012.

 

O objectivo dos parceiros para este evento é de divulgar junto dos alunos e de todos os interessados localmente o conhecimento produzido que se refira às mudanças introduzidas pelas disponibilidades de água na região, mas também a melhor maneira de aproveitar esses recursos. Notícias recentes parecem indicar que é na cultura do olival que essa transformação está a acontecer de forma mais pronunciada do que noutros tipos de culturas. Isso acontece não só na conversão de sequeiro para regadio como também em número de novas plantações.

 

 

 

 

PROGRAMA


14:30 Abertura
15:00 Apresentações

  1. “O impacto do regadio continuado na fertilidade dos solos”, Prof. José Manuel Nunes, Escola Superior Agrária de Elvas,Instituto Politécnico de Portalegre;
  2. “A contribuição do COTR no processo de inovação para uso sustentável dos recursos hídricos no olival”, Eng.º Jorge Maia, Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio;
  3. “Desenho e plantação de novos olivais”; Eng.º Pepe Gonzalez Ocaña, sócio-gerente da Olivais do Sul;
  4. Período de Perguntas e Debate.

 

Entrada Livre

 

Inscrições

 

Morada Sala de Conferências EPDRS: Herdade da Bemposta  - SERPA

 

 

 

 

 

No âmbito do PRODER - Redes Temáticas, a CNJ, em parceria com a Biocôa – Associação de Agricultores Biológicos do Vale do Côa, e o apoio da Falcão E.M., vai organizar o Seminário  "Marmelo Biológico", que terá lugar no Auditório da PinhelCoop, no dia 12 de Março de 2012, na parte da manhã.

A CNJ vê neste evento a oportunidade de divulgar, na região de Pinhel, vários temas importantes de um modo de produção de crescente importância neste local, que se prendem com a sua certificação, o seu papel nas políticas agrícolas e a sua importância para o ambiente e recursos naturais.


PROGRAMA

10:00 – Abertura
10:30 – Apresentações

  1. “Certificação do Marmelo em Modo de Produção Biológico”; Eng.º Luís Ferro Correia; CERTIS - Controlo e Certificação, Lda.;
  2. “PAC Pós-2013 - Produção Biológica”; Dr. Carlos Franco; CNJ;
  3. “Agricultura Sustentável - equilíbrios ecológicos”; Eng.ª Carla Barroso; Biocôa;
  4. Período de Perguntas e Debate.

 

 Morada do Auditório da PinhelCoop: Rua Carreiro do Tiro, 6400 - 338, Pinhel

 

 

 

No âmbito do PRODER - Redes Temáticas, a CNJ, em parceria com a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima ( Instituto Politécnico de Viana do Castelo) e a Associação de Fruticultotes do Concelho de Armamar, e o apoio da Câmara Municipal de Armamar, vai promover o Seminário  "Protecção Integrada de Pomóideas".

 

 

A partir de 1 de Janeiro de 2014 todos os agricultores profissionais terão obrigatoriamente de seguir os princípios e orientações da Protecção Integrada na Protecção Fitossanitária das culturas. (Decreto-Lei nº 256/2009, de 24 de Setembro). Não só por essa razão,  mas também devido à crescente exigência dos clientes em termos de resíduos nos produtos agrícolas de consumo e ao controlo dos custos fitossanitários, a CNJ organizou este seminários orientado para as culturas de maior importância  nesta região.

 

O Seminário "Protecção Integrada de Pomóideas" terá lugar no dia 14 de Fevereiro de 2012, terça-feira, com sessão de abertura prevista para as 14:30, em Armamar, no Salão Nobre do Edifício da Câmara Municipal de Armamar.

 

Outros Seminários.

 

 

 

 

 

 

Programa:

 
14:30 Abertura


15:00 Apresentações

  1.  “Ácaros fitoseídeos na limitação natural do aranhiço vermelho”; Professor Raúl Rodrigues, Escola Superior Agrária de Ponte de Lima (Instituto Politécnico de Viana do Castelo);
  2.  “Produção Integrada em Pomóideas”; Engenheira Natércia Ribeiro; Associação de Fruticultores do Concelho de Armamar;
  3. “Técnicas e material de aplicação”, Engenheiro João Calixto;
  4. Período de Perguntas e Debate.

 A entrada é livre. Serão distribuídos certificados de participação a alunos universitários e profissionais ou a quem o solicitar.

 

 

No âmbito do PRODER - Redes Temáticas, a CNJ, em parceria com a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima ( Instituto Politécnico de Viana do Castelo), vai promover os Seminários  "Protecção Integrada da Vinha" e "Protecção Integrada da Macieira".

 

 

A partir de 1 de Janeiro de 2014 todos os agricultores profissionais terão obrigatoriamente de seguir os princípios e orientações da Protecção Integrada na Protecção Fitossanitária das culturas. (Decreto-Lei nº 256/2009, de 24 de Setembro). Não só por essa razão,  mas também devido à crescente exigência dos clientes em termos de resíduos nos produtos agrícolas de consumo e ao controlo dos custos fitossanitários, a CNJ organizou estes seminários orientado para as culturas de maior importância  nestas regiões e que seguem o modo de Produção Integrada.

 

O Seminário "Protecção Integrada da Vinha" terá lugar no dia 20 de Dezembro, com sessão de abertura prevista para as 15:00, em Melgaço, no Auditório das Piscinas da Câmara Municipal de Melgaço.

 

O Seminário "Protecção Integrada da Macieira" terá lugar no dia 21 de Dezembro, com sessão de abertura prevista para as 14:30m, em Armamar, no Salão Nobre do Edifício da Câmara Municipal de Armamar.

 

No fim das apresentações será apresentado o projecto "Winetech", promovido pela UERN (União da Associações Empresariais da Região Norte).

 

Outros Seminários.

 

A CNJ organiza em parceria com a Agriloja de Almeirim e o apoio do Município de Alpiarça, o Seminário "Qualidade do Melão", que terá lugar no dia 14 de Dezembro de 2011, pelas 14:30 horas, no Salão da Junta de Freguesia de Alpiarça.

 

Com um mercado e uma distribuição cada vez mais exigentes a qualidade e as formas de avaliar essa qualidade tomam cada vez maior importância. Neste seminário pretende-se abordar as questões da qualidade do melão desde a semente até à comercialização, na vertente científica e na vertente técnica, sem esquecer o ponto de vista do produtor.

 


O programa conta com os contributos de Engenheiro Francisco Palha (SPH Viveiros); Engenheira Vera Farinha (Hortomelão) e do Sr. Mário Besouro, presidente da FactoAgro.


Este seminário teve financiamento do programa PRODER - Redes Temáticas.

 

A CNJ organiza o Seminário "Protecção Integrada em Culturas Horto-Industriais", que terá lugar no dia 15 de Dezembro de 2011, pelas 14:30 horas, no Auditório 2 da Escola Superior Agrária de Santarém (Qta. do Galinheiro, S. Pedro, Apartado 310, 2001-904 Santarém).

 

Este evento é principalmente direccionado aos alunos dos cursos da ESAS e trata da utilização e dos benefícios da Protecção Integrada nas Culturas Horto-Industriais, com grande tradição na região desta instituição de ensino.

 

Poster


 

A CNJ organiza, em parceria com a Agriloja do Cadaval, o Seminário "Fogo Bacteriano em Pomóideas", que terá lugar no dia 16 de Dezembro de 2011, pelas 14:30 horas,  no auditório do ABC (Apoio de Base à Criatividade), Convento de São Miguel das Gaeiras, em Gaieiras-Óbidos.

 

O fogo bacteriano é, neste momento, um tema crucial para a cultura das pomóideas na Região Oeste. Os potenciais prejuízos que esta doença pode causar impõem uma actualização permanente do debate técnico sobre o tema, bem como uma troca de informação aberta sobre o mesmo. Neste contexto a CNJ pretende contribuir para o esforço que várias instituições da Região têm feito de forma a enfrentar o problema.

 

Poster


Programa:


14:30 Sessão de Abertura


15:00 Apresentações

  1.   “Fogo Bacteriano, uma doença de quarentena grave em Pomoideas”, Professor João Pedro Luz, ESACB;
  2.   “Prospecção de Erwinia amylovora na DRAPLVT”, Engenheira Gabriela Silva, DRAPLVT;
  3.    "Fogo bacteriano das Rosáceas em Portugal: Novas Perspectivas para o Acompanhamento e Diagnóstico Precoce", Engenheira Doutora Leonor Cruz, INRB;
  4.    "Plano Estratégico para o Controlo Do Fogo Bacteriano"; Engenheira Maria do Carmo Martins; COTHN;
  5.     Período de Debate.

 


 

 

 

Com o financiamento do PRODER - Redes Temáticas, a CNJ e os seus parceiros institucionais realizam seminários dentro das fileiras estratégica, sobre os conhecimentos desenvolvidos nessas instituições e de importância local e regional nos diferentes pontos do país onde os parceiros se encontram.

 

 

 

A CNJ apoia ainda, também com o financiamento do PRODER, outros parceiros, de forma pontual ou continuada (instituições de ensino, câmaras municipais, associações de estudantes, de produtores e de desenvolvimento rural  e outras organizações similares) na organização deste tipo de eventos.

 

 Abaixo poderão ser consultados os eventos já organizados ou a ter lugar no futuro.