A CNJ organiza, em parceria com a Agriloja do Cadaval, o Seminário "Fogo Bacteriano em Pomóideas", que terá lugar no dia 16 de Dezembro de 2011, pelas 14:30 horas,  no auditório do ABC (Apoio de Base à Criatividade), Convento de São Miguel das Gaeiras, em Gaieiras-Óbidos.

 

O fogo bacteriano é, neste momento, um tema crucial para a cultura das pomóideas na Região Oeste. Os potenciais prejuízos que esta doença pode causar impõem uma actualização permanente do debate técnico sobre o tema, bem como uma troca de informação aberta sobre o mesmo. Neste contexto a CNJ pretende contribuir para o esforço que várias instituições da Região têm feito de forma a enfrentar o problema.

 

Poster


Programa:


14:30 Sessão de Abertura


15:00 Apresentações

  1.   “Fogo Bacteriano, uma doença de quarentena grave em Pomoideas”, Professor João Pedro Luz, ESACB;
  2.   “Prospecção de Erwinia amylovora na DRAPLVT”, Engenheira Gabriela Silva, DRAPLVT;
  3.    "Fogo bacteriano das Rosáceas em Portugal: Novas Perspectivas para o Acompanhamento e Diagnóstico Precoce", Engenheira Doutora Leonor Cruz, INRB;
  4.    "Plano Estratégico para o Controlo Do Fogo Bacteriano"; Engenheira Maria do Carmo Martins; COTHN;
  5.     Período de Debate.

 


 

 

 A EB1 de Pontével está tão satisfeita com a qualidade dos vegetais  da sua horta que decidiu aumentar a  produção.

 

 

 A comunidade escolar  planeou  o alargamento da área de cultivo para os espaços adjacentes às caixas, o projeto Quinta na Escola ajudou  e todos lançaram mãos à obra.  Para tornar este dia ainda mais animado a escola decidiu convidar  um dos nossos parceiros, a Câmara Municipal do Cartaxo,  que se fez representar pelo seu presidente, Dr. Paulo Varanda.  Todos acabaram cheios de terra nas mãos…alunos, professores e  presidentes de câmara.  Foi uma manhã em cheio a cavar, semear, plantar, regar   e conversar sobre a importância da agricultura e  da alimentação saudável.

 

"Quinta da Escola" no Facebook

 

Continuar: Quinta na Escola - Escolas...

 

 

 

Com o financiamento do PRODER - Redes Temáticas, a CNJ e os seus parceiros institucionais realizam seminários dentro das fileiras estratégica, sobre os conhecimentos desenvolvidos nessas instituições e de importância local e regional nos diferentes pontos do país onde os parceiros se encontram.

 

 

 

A CNJ apoia ainda, também com o financiamento do PRODER, outros parceiros, de forma pontual ou continuada (instituições de ensino, câmaras municipais, associações de estudantes, de produtores e de desenvolvimento rural  e outras organizações similares) na organização deste tipo de eventos.

 

 Abaixo poderão ser consultados os eventos já organizados ou a ter lugar no futuro.

 

 

 

 

 

 

 

 

A Escola Profissional Agrícola Conde de S. Bento e a CNJ organizam o Seminário“Investir na Agricultura? Análise SWOT das fileiras estratégicas”, em Santo Tirso, no dia 7 de Dezembro de 2011, com início às 09:00.

 

Com este Seminário pretende-se que seja feita a análise SWOT das fileiras definidas como estratégicas para a nossa agricultura, não esquecendo a fileira florestal, para que as decisões de investimento nas mesmas sejam bem fundamentadas.

 

As inscrições para o Seminário são gratuitas mas limitadas aos lugares disponíveis, deverão ser feitas até dia 5 de Dezembro para:
This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. ou telefone 252 808 690 (até às 17 horas).

 

 


Dados para inscrição:


•    Nome
•    Profissão
•    Instituição
•    Sessões em que está interessado
•    Marcação de almoço (5 euros), caso o pretenda.

 

 

 

Continuar: “Investir na Agricultura?...

 

A CNJ organiza em parceria com a Agriloja Cadaval, o Seminário "Certificação e Comercialização de Pomóideas"(programa), que terá lugar no dia 30 de Novembro de 2011, pelas 14 horas, no auditório do ABC (Apoio de Base à Criatividade), Convento de São Miguel das Gaeiras, no Parque Tecnológico de Óbidos.

 

A produção de pomóideas, com especial destaque para a Pêra Rocha, assume na Região Oeste um papel fundamental para a agricultura e economia da região. A competitividade do sector assenta na sua capacidade de resposta a mercados nacionais e estrangeiros cada vez mais exigentes ao nível da qualidade dos produtos. A certificação surge assim neste contexto como uma ferramenta fundamental de apoio à comercialização.

 

Com este seminário, a CNJ pretende trazer à discussão as linhas gerais sobre este tema, cruzando abordagens já consolidadas com as novas tendências.


PROGRAMA

14:30 Sessão de Abertura
15:00 Apresentações
1.    “CERTIFICAÇÃO  - Ferramenta para ampliar os mercados”, Engenheiro Luís Paiva, CODIMACO;
2.    “Normas de certificação - Segurança Alimentar”, Engenheira Manuela Lucrécio, ECOALIMENTAR;
3.    “Pegada de Carbono de Produtos Agro-Alimentares: da Certificação à Comunicação”, Engenheiro Bruno Caldeira, CONSULAI;
4.    Intervalo;
5.     “Qualificação de Produtos Tradicionais Portugueses", Engenheira Marisa Alexandre, QUALIFICA - Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses;
6.    “Marketing Agro-alimentar: Casos Reais”, Engenheiro João Pereira, TERRAPROJECTOS;
7.    Período de Debate.

 

Poster

 

 

No dia 9 de Novembro pelas 9:30 inicia-se a "III Semana dos Cursos 2011" e a "I Conferência das Ciências Agrárias e do Ambiente" no Auditório da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC).  Este evento é uma organização da Associação de Estudantes da Escola Superior Agrária de Coimbra com co-organização da ESAC e da CNJ e é co-financiada pelo PRODER - Redes Temáticas.  O vice-presidente da CNJ será o moderador da sessão "O Estado da Agricultura Portuguesa" que irá decorrer nesse dia.

 

Programa do dia 9

 

A "III Semana dos Cursos 2011" irá se prolongar para os dias  10 e 11, com os temas a incidirem na Engenharia Alimentar e na Floresta, respectivamente.

 

Cartaz da "III Semana dos Cursos 2011"

Link para site da AEESAC

 

 

 

 


 

Algumas fotografias relativas às actividades da Quinta na Escola na Escola EB1 nº 7 de Santarém.




Galeria de Fotos

.

 

 

 

 

 

"Quinta da Escola" no Facebook

 

 

 

 

 

 

Nas escolas  EB1 do concelho de Sintra  (nº3 de Belas,  nº 6 de Belas, Mário Cunha Brito,  Xutaria), tal como nas escolas dos outros concelhos, além das actividades em talhões (sementeira, plantação e acompanhamento do crescimento de vegetais, análise do ciclo de vida das plantas, colheita, etc), têm vindo a ser realizadas outras actividades tais como: elaboração de conservas de vegetais, vermicompostagem, elaboração de refeições saudáveis utilizando os produtos da horta (pizza vegetariana e sopa), actividades experimentais (tipos e características dos solos, ciclo da água),  celebração do Outono com degustação de alimentos sazonais,  elaboração de materiais visuais sobre agricultura biológica e sistemas de proteção integrada, pintura de naturezas-mortas usando vegetais das hortas, fabrico de manteiga e queijo, degustação e exploração sensorial de produtos da horta e utilização da horta para lecionação dos conteúdos programáticos .

 

 

 

"Quinta da Escola" no Facebook

 

 

 Sobre a Quinta na Escola

 

 

A edição online "Notícias do Parque" publicou, no dia 6 de Agosto de 2011, artigo e entrevista com presidente da CNJ, Luís Saldanha, sobre o Projecto Quinta na Escola e que também faz referência à Feira Rural de Loures.

 

 

Segundo declarações do Presidente da CNJ ao "Notícias do Parque": “uma quinta na escola procura precisamente envolver a comunidade escolar, especialmente os alunos, neste mundo dos frutos e legumes, suas origens, suas histórias, seus modos de produção e benefícios.Para isso, com este projecto, pretende desenvolver actividades com os alunos, em sala e espaço aberto, com a construção de uma horta/jardim pedagógico, aonde possam ter contacto com as plantas, o solo, a água e todo os processos de cultivo, de modo a dotar os jovens de um maior conhecimento sobre os produtos que consomem ou possam vir a consumir.”

 

Link para artigo "Notícias do Parque"

 

Continuar: Quinta na Escola no...

Com o artigo intitulado "Feira Rural do Cartaxo tem conseguido aliar o fomento da economia rural ao apoio social" o semanário regional "O Mirante", na secção "Economia", reporta,na sua edição em papel e online, o regresso do evento à cidade do Cartaxo.

Na edição do ano de 2011, os produtos hortícolas são os mais representados na feira rural, seguidos do artesanato, dos produtos regionais (doçaria; queijos, enchidos, pão e vinhos), doçaria, floricultura e restauração.

Os alunos das escolas do concelho são sensibilizados para a realidade do mundo rural pelo projecto "Quinta na Escola", levado às escolas pela CNJ, também com enquadramento no âmbito do Programa da Rede Rural Nacional.

 

Link para artigo d'"O Mirante".