Desde 2005 que a CNJ defende a Implementação de um Banco de Terras em Portugal, como forma de, mais facilmente,  instalar os jovens agricultores.

 

Como modelo é sugerido o seguido pelo Banco de Terras de Galicia, gerido pela Xunta de Galica, Consellería do Medio Rural.